22 abril 2005

Só volto uma semana depois de 25 de Abril por isso:

deixo aos que passam por aqui um poema que cantávamos em grupo e é intemporal:


em


É possível falar sem um nó na garganta
é possível amar sem que venham proibir
é possível correr sem que seja a fugir.
Se tens vontade de cantar não tenhas medo: canta.

É possível andar sem olhar para o chão
é possível viver sem que seja de rastos.
Os teus olhos nasceram para olhar os astros.
Se te apetecer dizer não grita comigo: Não.

É possível viver de outro modo.
É possível transformares em arma a tua mão.
É possível o amor. é possível o pão.
É possivel viver de pé.

Não te deixes murchar. Não deixes que te domem.
É possível viver sem fingir que se vive.
É possível ser homem.
É possível ser livre livre livre
.

Manuel Alegre, O canto e as armas

8 passos

Blogger wind andou...

Grande poema. Abril sempre! beijos

sexta abr 22, 02:20:00 da tarde  
Blogger Cristina andou...

Boas férias :-)

sexta abr 22, 06:22:00 da tarde  
Blogger Papo-seco andou...

Diverte-te

:)

sábado abr 23, 12:57:00 da manhã  
Blogger André Ferreira andou...

Onde é que estava o Manuel Alegre no vinte cinco de Abril ?? :)

Beijos

sábado abr 23, 12:28:00 da tarde  
Blogger BlueShell andou...

Um jinho GANDE de bom fds cheio de cravos lindos..
BShell

sábado abr 23, 10:53:00 da tarde  
Blogger lique andou...

É possível, sim Madalena! Um beijo grande e celebra bem o 25 de Abril.

domingo abr 24, 10:46:00 da tarde  
Blogger whiteball andou...

Bom fds...
WB do MOCHO

segunda abr 25, 01:45:00 da manhã  
Blogger raquel andou...

Deixaste-nos bem acompanhados:)
Vim aqui trazer um cravo

segunda abr 25, 02:56:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home