31 maio 2005

o contador de lendas


obrigada a Web Lages


ia por caminhos velhos que nem outros conhecia. apoiado num cajado e com um passo apressado mas ninguém o perseguia.

seria hábito antigo ou a pressa de chegar ao primeiro povoado para comer e se sentar? não sei. vi-o uma vez. na chegada à minha aldeia. foi um reboliço tal que nem fazem uma ideia.

- olhai o homem das lendas!

que estranho ouvir dizer isso a gentes sem tradição, entregues ao seu labor.

- mas quem é esse senhor?

- ninguém sabe de onde vem. sai do meio das fazendas e a troco de vinho e pão conta histórias milagrosas de se ficar a chorar.

depois segue. depois vai. não para em lugar nenhum. é como um santo que sai depois de longo jejum e volta para o seu mosteiro.

- e onde fica? quero vê-lo.

- é monje do mundo inteiro. para saberes onde mora terás de o seguir primeiro.

- e o povo, porque chora com as lendas que ele conta?

- lembram os nossos pecados mas em palavras bondosas. ficamos de almas tão leves como pétalas de rosas.

segui-o, não consegui evitar. mas o homem caminhava com o cajado na mão mais depressa do que eu. não deu para o acompanhar.

- onde será o mosteiro?

mas à frente, pouco à frente, se eu tivesse insistido, vê-lo-ia descansar no seu reino do momento. era um velho pardeeiro que o defendia do vento.

12 passos

Blogger Papo-seco andou...

Peter Pan?

terça mai 31, 03:08:00 da tarde  
Blogger paperl life andou...

Ná:

:)

terça mai 31, 03:27:00 da tarde  
Blogger André Ferreira andou...

Estive a ler os teus textos que tinha em atraso: gostei muito de os ler, não estou é com cabeça para fazer os comentários que mereciam...

terça mai 31, 08:18:00 da tarde  
Anonymous Mª. do Céu andou...

Texto que vem repetindo o seu bom gosto. Lindo!

terça mai 31, 09:40:00 da tarde  
Blogger paperl life andou...

Obrigada.

Bondade vossa.

:)

quarta jun 01, 08:34:00 da manhã  
Blogger adesenhar andou...

sonho.
ilusão.
magia.
beleza.
simplicidade.
uma forma especial de misturar as palavras... p/leitura aconselhável dos 0 aos 100 anos...

:-)

quarta jun 01, 09:50:00 da manhã  
Blogger paperl life andou...

:)

Vocês estragam-me com mimos...

:)

quarta jun 01, 10:22:00 da manhã  
Blogger batista filho andou...

Estragar-te com mimos?! umas afagadinhas, vez em quando, não fazem mal a ninguém, não é mesmo? Agora, falando sério: sabes que escreves e MUITO bem! Quem adentra nas imagens e situações provocadas por tuas palavras não tem como sair incólume. # Um abraço fraterno.

quarta jun 01, 04:03:00 da tarde  
Blogger paperl life andou...

Eu não dizia?

:) Abraço, Batista Filho

quarta jun 01, 04:17:00 da tarde  
Blogger batista filho andou...

Falei, falei... mas nada disse sobre o contador de lendas! Esse nosso mundo é deveras interessante: em "todas" as regiões e culturas, encontramos relatos de contadores de histórias, desde tempos imemoriais... imemoriais?! Se são a memória, memória viva - se recusando a morrer...! e mesmo agora, na era da informação, pode parecer anacrônico, mas como carecemos de tipos tais...

quarta jun 01, 05:11:00 da tarde  
Blogger adesenhar andou...

:-)
creio que a história repete-se e continuará...

Querem melhor exemplo?
Está à frente dos nossos olhos, ali no ecran
.........Madalena Pestana.........

a minha contadora de histórias preferida da era virtual.

Mimos !!! e os que tu nos ofereçes

sem pedir nada em troca...salvo os nossos mimos!

b noite

:-)

vou colocar no meu blog
o sorriso engraçado para ti de um amigo
o Capelo

quinta jun 02, 02:33:00 da manhã  
Blogger batista filho andou...

Para Adesenhar:

tens razão, Madalena faz parte (admitindo ela ou não!)do grupo de contadores de histórias, que ao passar do tempo resiste - quer seja incrustando a palma das mãos numa caverna escura, quer seja através da oralidade, quer seja através da escrita... # Um abraço pra ti, Adesenhar.

quinta jun 02, 01:52:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home