27 outubro 2005

palavras molhadas


hoje targo palavras encharcadas de chuva e lágrimas que já não me caiem por pudor, por inutilidade.

que bom, chove! a chuva é como o sol quando vem é para todos. mas será mesmo assim?

o homem da arcada da misericórdia ao pé da paragem do autocarro, perto da minha casa, pensará assim? ainda pensará sequer se a chuva faz falta ou não?

não acredito.

é velho. mais velho que eu. idade exacta indecifrável no olhar opaco, de uma tristeza só.

aquela arcada! quem sabe virá a ser o meu abrigo na reforma de miséria que me aguarda, no fim?

ele tem filhos. foi emigrante. trouxe dinheiro. chegou e repartiu. asneira grossa, agora já não tem - ninguém o quer. vive entre o hospital e a arcada. dos filhos já nem fala.

vive apoiado à bengala, única amiga. esta noite desde que começou a chuva levantou-se da lage, que o chão estava mais molhado que a água que caía.

triste, triste.

passam os carros das gentes protegidas. partem os autocarros de quem tem ainda dinheiro para tecto e passe. ele fica. até quando? - até morrer.

a chuva quando vem é para todos? concerteza. mas mais para uns que para outros, afirmo eu.

3 passos

Blogger Lmatta andou...

A chuva é para todos, não só para uns.
Lá por estar completamente só velho tens consciência sim que a chuva é útil.
Á muitas maneiras de estar só e velho mas digo-te que a chuva quando cai é para todos.
Beijos cheios de chuva

quinta out 27, 11:50:00 da manhã  
Blogger adesenhar andou...

pois é, quando cai é para todos mas neste caso até pode ser em demasia para o velhinho, dadas as condições precárias em que se encontra, ele desejaria que fosse sol a brilhar para ele como para tantos outros.infelizmente não assim.
retratas muito bem esse grave problema
que parece não ter fim à vista.

bjks madalena
:)

quinta out 27, 04:06:00 da tarde  
Blogger batista filho andou...

Que é pra todos, isso é! - a percepção é que pode mudar, de acordo com uma série de variáveis... o que não torna menos oportuno o texto.
Um abraço fraterno.

quinta out 27, 11:49:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home